Portal Nosso Meio

SG 360 Internas

Sobral Gráfica e Editora implementa energia solar

Redação

A partir de agora, a empresa opera com 80% de energia solar em seu parque industrial.

 

Sempre buscando alternativas para reduzir o impacto no meio ambiente, a Sobral Gráfica e Editora acaba de implementar uma usina de energia solar própria e agora atua 80% autossuficiente em energia limpa para todo o seu parque gráfico. A ideia é que além de reduzir o impacto no meio ambiente, a empresa também consiga diminuir o custo com a conta de energia.

 

A usina contempla o maior projeto de geração de energia solar da cidade de Sobral com 630 módulos fotovoltaicos e potência de 236,25 kWp. O investimento foi de 800 mil reais e aconteceu em parceria com o Banco do Nordeste.

 

A Sobral Gráfica já utiliza papel proveniente de madeira de reflorestamento, possui sistema de reciclagem que inclui as aparas, reciclagem de chapas de alumínio, descarte correto de químicos e sistema próprio de reutilização de água dos ares condicionados que são captadas em uma cisterna e utilizada na refrigeração das máquinas, nos jardins e lavagem de áreas e banheiros. Neste sistema hídrico são captados aproximadamente 400 litros da água por dia.

 

“Essa mudança representa os ideais da Sobral Gráfica,  que é seguir buscando soluções para continuar atuando de forma responsável e diminuindo os impactos do movimento empresarial no meio ambiente,” destaca Fernando Hélio Martins Brito, Diretor Comercial da Sobral Gráfica.

“ A Sobral Gráfica sempre se preocupou com o Meio Ambiente. Há dois meses nossa Usina Solar foi instalada e colocada em funcionamento. Com isso, gerou uma economia de 80% no consumo de energia de todo o Parque Gráfico. E o mais importante: produzindo energia limpa”, comenta Hélio Brito, Sócio-Fundador da Sobral Gráfica.

 

Energia Solar no Ceará

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Ceará se encontra no Top 10 do ranking de geração distribuída, com mais de 10 mil sistemas de energia solar em operação. O estado de Minas Gerais continua protagonizando o ranking, com 862,9 MW atuando em residências, prédios públicos, comércios, propriedades rurais e indústrias.

 

Ocupando a nona colocação nacional, o Ceará tem 161,5 MW em funcionamento na geração solar distribuída. Distribuídas em 181 dos seus 184 municípios, o estado conta com 10.402 conexões operacionais. A ABSOLAR indica que aproximadamente 13.229 consumidores de energia elétrica possuem não só maior autonomia e segurança elétrica, mas também uma redução nas contas de luz.

 

De acordo com a entidade, o Ceará é responsável por 3,5% de todo o parque brasileiro de energia solar distribuída. Jonas Becker, coordenador estadual da ABSOLAR, afirma que, hoje em dia, o território cearense é um centro de desenvolvimento da energia solar significativo.

 

“A tecnologia fotovoltaica representa um enorme potencial de desenvolvimento sustentável, econômico e social para os cearenses, com geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas”, disse o coordenador.

 

*Fonte: Portal Solar-Blog Solar 16.02.2021

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp