Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Sindgrafica comenta ações sustentáveis da indústria gráfica, que aumenta investimento em embalagens de papel

Redação

 

Maior preocupação com o meio ambiente faz com que os fabricantes passem a dar preferência ao papel impresso em seus produtos, ao invés de plástico

 

A conscientização do consumidor sobre os riscos ambientais do plástico, atingiu o seu auge. Embora o plástico forneça um recipiente relativamente barato que possa proteger e prolongar o sabor dos alimentos, a quantidade de garrafas pet não recicladas flutuando nos oceanos está causando protestos e demandas por mudanças no mundo todo. O mercado de embalagens de papel e papelão é um dos termômetros do nível de produção da indústria. Esses materiais são fundamentais para entregar produtos aos clientes. Portanto, quando a demanda aumenta, significa que a produção de diversos segmentos também cresceu. 

 

De acordo com a Associação Brasileira de Embalagens em Papel (Empapel), a expedição de caixas e chapas de papelão ondulado subiu 3,7% na comparação entre os oito primeiros meses de 2019 e 2020. Apenas em novembro do ano passado, este mercado somou 337.515 toneladas, o que mostra um avanço de 4,2% em relação ao mesmo mês de 2019.

 

Por outro lado, o descarte do produto preocupa por conta dos impactos na natureza. De acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, em junho de 2020, houve o aumento de 30% na geração de materiais descartáveis somente naquele mês. Crescimento que já havia sido verificado em maio, com 28%. 

 

O principal reflexo deste crescimento é o aumento do comércio eletrônico. Durante a pandemia do novo coronavírus, 11.5 milhões de pessoas fizeram sua primeira compra online entre os meses de abril e setembro de 2020, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). A entidade aponta que, antes da pandemia, o Brasil representava pouco mais de 5% das vendas totais do varejo, e passou a responder por 12%.

 

O crescimento constante do mercado de embalagens, em contribuição com empresas distribuidoras deste material, leva oportunidade para lojistas entregarem seus produtos com segurança até a casa de seus clientes. Ao mesmo tempo, existe o cuidado em como esse material vai voltar para a natureza. O cuidado vai desde a origem da matéria prima, até a conscientização com o descarte do material. 

 

Investimentos em pesquisa e em tecnologia estão nas pautas dos produtores das fibras e das embalagens, com materiais mais leves e resistentes. Enquanto consumidores preferem e esperam embalagens que não agridam o meio ambiente, a indústria investe e inova para atender essa necessidade. 

 

Segundo Luciano Aragão Bezerra, presidente do Sindicato da Indústria Gráfica do Estado do Ceará, a indústria gráfica possui uma das cadeias produtivas mais sustentáveis.

 

“Ao impulsionar o cultivo de árvores e o crescimento de longo prazo das florestas por meio do manejo sustentável que também ajuda a mitigar os efeitos do CO2 na atmosfera, a indústria gráfica mostra grande preocupação com a preservação do meio ambiente”, afirma. 

 

 O presidente também lembra que toda matéria prima utilizada para o delivery proveniente da indústria gráfica, seja o papel, cartão ou papelão, são fabricados a partir de fonte renovável e com alta taxa de reciclagem. 

 

“Sendo assim, a solução para o aumento do volume de lixo gerado pelo crescimento de delivery deve ser de educação e conscientização ambiental”, finaliza. 

 

 

Confira também: 

Empreendedorismo feminino e ecossistema de impacto é tema de ciclo de palestras GO ESG

GPTW 2022: Solar Coca-Cola é certificada no Great Place To Work® pela primeira vez

Lacliso investe em ações socioambientais com colaboradores e muda realidade de comunidades em Sobral

Grendene zera as emissões na produção de calçados e 100% da energia elétrica utilizada são provenientes de fontes renováveis

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp