Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Prática Inovadora: RioMar Fortaleza investe em compostagem de resíduos

Redação

O processo sustentável resulta em adubo rico em nutrientes, que já é utilizado na jardinagem do shopping, e conta com a participação e parceria de sete operações de alimentação do RioMar Fortaleza.

 

Com um reconhecido compromisso com práticas socioambientais, o RioMar Fortaleza implementou um novo projeto de sustentabilidade: a compostagem. Na iniciativa, os resíduos orgânicos que são gerados pelos restaurantes e operações de alimentação do shopping, em vez de irem para o aterro sanitário, agora, seguem para uma usina de compostagem que os transformam em adubo rico em nutrientes.

 

Em menos de um ano da ação já foi possível reduzir o impacto do volume de 100 toneladas desse tipo de resíduo, que ganhou uma finalidade mais nobre e sustentável. Desde o início do programa, cerca de 900kg de adubo já voltaram para o shopping e vêm sendo utilizados na jardinagem e paisagismo do RioMar Fortaleza. A ação é uma prática inovadora no segmento de shopping center no Ceará.

 

Atualmente, sete operações já aderiram ao projeto. São elas: os restaurantes Camarada Camarão, Hard Rock, Morosi, Outback,  Sesc e Tio Armênio, além dos Mercadinhos São Luiz, todos fazem a triagem dos resíduos orgânicos gerados, impróprios para consumo e que iriam para o aterro sanitário, encaminhando-os para as câmaras frias do shopping para sua conservação e armazenamento temporário até o momento de transporte para a usina de compostagem, a Ambismat, localizada no município de Pacatuba. A expectativa é de que até o final deste ano sejam incorporados outros restaurantes e operações da Praça de Alimentação.

 

Entre os próximos passos, está a busca de parcerias com iniciativas sociais do entorno para doação dos compostos e a construção de uma horta colaborativa, destinada aos trabalhadores do shopping. A ideia é promover o aproveitamento integral dos resíduos orgânicos gerados, que após passarem pelo processo de compostagem e virarem adubo, sejam utilizados também para o cultivo e o cuidado das hortaliças, plantas medicinais e temperos.

 

“O projeto de compostagem está alinhado ao posicionamento do shopping que já foi concebido utilizando práticas sustentáveis. A iniciativa é somada a outras frentes de redução de impactos ao meio ambiente realizadas diariamente, como a redução do consumo de água e energia, por meio de dispositivos de economia, além da seleção e destinação correta dos demais resíduos recicláveis gerados”, enfatiza a analista de Meio Ambiente do RioMar Fortaleza, Karine Costa.

 

Confira Também:

Grupo SBF, proprietário da Centauro, compra FitDance, uma das maiores plataformas de dança do mundo

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp