Portal Nosso Meio

SG 360 Internas

Pandemia completa 1 ano: relembre as ações solidárias que marcaram o período

Redação

 

Há um ano, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarava a pandemia da doença causada pelo Covid-19. Com 12 meses, o mundo precisou se transformar radicalmente para se adaptar à nova realidade devido ao isolamento social e a solidariedade tem tido desde o início um papel fundamental no enfrentamento à pandemia. No Ceará, por exemplo, diversas ações colaboraram para ajudar quem mais precisa neste momento. O Nosso Meio separou algumas ações solidárias que marcaram o período:

 

Movimento Supera Fortaleza já beneficiou mais de 6 mil famílias

O Movimento Supera Fortaleza, que promove a entrega de doações para a população em situação de vulnerabilidade econômica, cujo o sustento foi afetado devido à pandemia do novo coronavírus, já doou mais de 6 mil cestas básicas, além de itens de higiene pessoal e limpeza, por meio de 85 entidades distribuídas nas sete Regionais da Cidade. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura de Fortaleza, Sistema Verdes Mares, Somos Um – Empreendedorismo Social, Bolero Comunicação, Rock Digital, Organizações Não Governamentais (ONGs), Banco Palmas e Programa Fortaleza Solidária.

 

Vida BR e Instituto Unimed Fortaleza se unem em ação solidária de combate à pandemia

O Instituto Unimed Fortaleza começou a doar 8,5 mil máscaras reutilizáveis para pessoas em situação de vulnerabilidade social e colaboradores da companhia na Capital. Famílias de comunidades dos bairros Quintino Cunha, Vila Velha, Moura Brasil e Padre Andrade serão as primeiras as receber o item de proteção individual. Ao todo, já foram doadas 4.700 máscaras para residentes dessas regiões. O repasse também contempla os idosos do Grupo Memória Viva, programa social do Instituto.

 

UTE Pecém doa R$ 130 mil em insumos hospitalares para Secretaria da Saúde do Ceará

A Usina Termelétrica Pecém, do grupo EDP no Brasil, fez a doação de R$ 130 mil em equipamentos médicos de proteção individual (EPIs) para a Secretaria de Saúde do Estado do Ceará. Os insumos serão distribuídos a hospitais cearenses para o combate à pandemia do coronavírus (Covid-19). A doação foi feita por meio do Instituto EDP e a entrega aconteceu no dia primeiro de abril de 2020. Entre os mais de 4 mil itens doados estão macacões para proteção microbiológica, além de óculos de proteção, luvas e máscaras N95, equipamentos indispensáveis para os profissionais que atuam no atendimento dos pacientes com a Covid-19.

 

Beach Park entrega toneladas de alimentos e bebidas para ajudar famílias de Aquiraz que vivem do turismo

Em março e abril de 2020, o Beach Park fez a entrega de um total de 42,56 toneladas de alimentos e bebidas para famílias e associações de Aquiraz. A iniciativa faz parte da campanha da empresa para arrecadar 50 toneladas de alimentos não-perecíveis (sendo 30 toneladas de doações do próprio Beach Park e de outras 20 com apoio de parceiros) em prol das comunidades do entorno e região de Aquiraz, município onde se localiza o empreendimento.

 

Projeto solidário distribui cerca de 100 quentinhas por dia para grupos vulneráveis em Fortaleza 

No início de março de 2020, a feirante e costureira Antonizete Trinidade, passou a produzir e distribuir quentinhas para pessoas em situação de vulnerabilidade na capital cearense por conta da pandemia de Covid-19. O projeto “Dando as mãos juntos” atingiu a marca de aproximadamente 100 refeições diárias entregues aos beneficiados e contou com a ajuda de amigos e conhecidos para a arrecadação de alimentos através de uma rede virtual. Dentre os bairros contemplados com as quentinhas, estavam o Presidente Kennedy, a Barra do Ceará, o Centro e o Benfica.

 

Betânia doa 250 mil litros de produtos lácteos em ação social Todos Pelo Nordeste

No intuito de apoiar a família nordestina, diante do momento delicado que o País enfrenta, a Betânia, maior indústria de lácteos do Nordeste, criou a campanha #TodosPeloNordeste que realizou a doação de 250 mil litros de produtos à pessoas em situação de vulnerabilidade social, creches, escolas, lares de idosos, hospitais e profissionais de saúde. A ação conta com o apoio das empresas de embalagens Tetrapak e Ecolean e contemplou mais de 20 municípios espalhados pelo sertão nordestino, nos estados do Ceará, Pernambuco e Bahia. Esses alimentos serão distribuídos por meio das prefeituras, secretarias de ações sociais e ONGs .

 

Serviço psicológico gratuito para ajudar pessoas em Fortaleza durante pandemia

A Rede de Acolhimento Emocional ConVida completou quase 600 acolhimentos em um mês, segundo informações da Prefeitura de Fortaleza. De acordo com o órgão, o quadro de psicólogos voluntários teve seu número quadruplicado. O ConVida foi criado por um grupo voluntário de psicólogos e juntamente com a Secretaria Executiva Regional I criaram à Rede ConVida. A Rede ConVida atende de forma gratuita, moradores de Fortaleza, do Ceará e de vários Estados do Nordeste Brasileiro. Os acolhimentos são realizados por meio de ligações telefônicas efetuadas de modo convencional ou via WhatsApp. A Rede, que iniciou com 16 profissionais, hoje, disponibiliza 71 psicólogos.

 

RioMar online cria área específica para doação a instituições que ajudam afetados pelo coronavírus

Quem entrar no site pode escolher entre as instituições cadastradas, indicar um valor e contribuir através do cartão de crédito. A entidade selecionada vai receber diretamente e integralmente o recurso doado. Vai funcionar assim: ao entrar na sessão do Atitude Cidadã, o interessado vai encontrar várias faixas de contribuição, com aporte inicial de R$ 50,00. Cada instituição será, momentaneamente, uma “loja”. Tal como se fosse uma compra, os valores a serem doados estarão dispostos em “sacolas”.

 

Cimento Apodi realiza doação de 400 máscaras de tecido para moradores da comunidade

Com unidades fabris em Quixeré e no Pecém, a Cimento Apodi abraçou a causa #usarmascarasalva. A cimenteira entrou em parceria com outras empresas em uma campanha de conscientização pela importância do uso do equipamento de proteção individual. Para isso, aplicou o desenho de uma máscara no seu logotipo em todas as suas redes sociais. “Use a máscara sempre que precisar sair, mas, se puder, fique em casa” é o lembrete. A empresa fez a doação de 400 máscaras de tecido para moradores da comunidade de Bom Sucesso em Quixeré; além de 300 máscaras de acetato para as prefeituras de Russas, Quixeré e Limoeiro do Norte (destinadas para os profissionais do serviço de saúde dos três municípios). Também foram doadas 25 mil máscaras de TNT para as prefeituras de Russas, Quixeré, Morada Nova e Limoeiro do Norte, a serem disponibilizadas para o serviço de saúde das respectivas cidades em apoio aos agentes da linha de frente do combate à Covid-19 que atuam em comunidades vulneráveis.

 

Mallory doa cilindros e recarga de oxigênio para ajudar rede de saúde de Maranguape

Desde o início da pandemia, a Mallory tem reforçado seu compromisso com a sociedade e contribuído para ajudar órgãos de saúde, instituições e empresas locais. A empresa fez a doação de cilindros de oxigênio para ajudar a rede municipal de saúde de Maranguape no enfrentamento à Covid-19. A iniciativa surgiu após aumento expressivo em casos da doença na região.

Além disso, a empresa doou, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), cerca de 30 mil máscaras estilo ‘face shield’, um dos equipamentos indicados na prevenção da doença.  Além disso, a empresa realizou campanhas institucionais de doação de ventiladores a cada unidade comprada pelo e-commerce enviadas a entidades como Lar Torres de Mello e Santa Casa de Misericórdia, no Ceará, e o Instituto Pro Saber, em São Paulo.

Outra ação realizada durante o período de isolamento foi a entrega de cestas básicas aos líderes comunitários locais que distribuíram as famílias da comunidade de Pato Selvagem, localizada em Maranguape.

 

Macarrão Amigo distribui quentinhas para pessoas em situação de vulnerabilidade

A ação solidária Macarrão Amigo Fortaleza nasceu em meio à pandemia, que causa a Covid-19, no mês de abril. Idealizada por Freitas Junior a ideia era fazer refeições e distribuir para pessoas em situação de vulnerabilidade da Capital que estavam precisando de ajuda devido à crise de saúde. O projeto foi  abraçado por muitos amigos, empresários e dezenas de outros voluntários.

Hoje são preparados de 800 a 1.000 refeições. As entidades locais pegam as refeições com os voluntários e fazem sua própria distribuição e a outra parte é entregue nas ruas da cidade.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp