Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Olá muito prazer!

Redação

 

Nasci no Rio de Janeiro e há 20 resido em Fortaleza. Sou apaixonada pelo trabalho e não consigo me imaginar sem estar em movimento. Meu primeiro trabalho foi aos 17 anos e não parei mais. Aqui no Ceará, atuei nos segmentos da indústria, do varejo e da publicidade até fundar minha empresa em 2010. 

 

Tenho dois grandes medos na vida: de cobra e de me aposentar. Na contramão, tenho duas alegrias: de amar incondicionalmente o meu trabalho e de poder através dele, contribuir com o crescimento das pessoas e empresas.  Vez por outra escuto de amigos mais próximos que sou muito exigente (e isso seria um problema para mim). Mas a verdade é que eu fico irritada quando vejo pessoas sem atitude e comprometimento nas empresas e fora delas, então eu faço terapia para entender quem eu não quero ser e conseguir respirar quando as coisas não saem como planejadas.

 

Minha maior saudade é o meu pai: com ele aprendi a cozinhar e a respeitar o próximo. O meu grande orgulho é a minha educação acadêmica. Adoro compartilhar o que aprendo. Minha família e meus poucos amigos, são meus tesouros. Não gosto de receber “feliz aniversário” por mensagem de aplicativo. Gosto de abraço e de aperto de mão, olho no olho! Minha cor favorita é o azul. Não gosto de rosa (nem da cor e muito menos da flor). Sou alérgica a crustáceos e nem pelo prêmio da mega da virada eu topo beber cajuína. (bebi uma vez no interior do Piauí e quase morri de azia e enxaqueca).

 

Eu me levanto às 5:30h diariamente porque treino o corpo e a mente às 6 da matina. Depois da malhação, preciso de café preto e omelete. Sou fã de James Bond e apaixonada por música. Estudei música na adolescência.  Gravei em 2014 um álbum autoral e foi uma grande realização.  Prefiro tênis à sandália. Gosto de Jeans e camiseta. Adoro um blazer e lencinhos pashmina para dar aquele ar de sofisticação, sabe? Sou essencialmente um ser humano simples. Uma pessoa de muita fé e coragem. Não tem nada que me faça parar quando quero fazer acontecer. Meu arquétipo dominante é o herói. Talvez seja por isso que estou sempre me desafiando. 

 

Viajo mundo afora há muitos anos e coleciono fotos impressas, imãs de geladeiras e chaveiros de cada lugar que já fui. Mas muito além das “coisas”, guardo na memória os aromas, as cores, as paisagens e os sorrisos de pessoas que nem mesmo sei o nome. Eu coleciono estórias.  

 

Parte do meu dia de trabalho acontece no “meio da rua”, porque quando observando as pessoas, eu consigo me conectar com o mundo. Sobre a minha formação acadêmica tenho uma estrada percorrida de muitos quilômetros e horas sem dormir que engloba uma formação universitária em comunicação social /relações públicas, quatro pós-graduações /MBA sendo elas em Marketing, Neuro marketing/ comportamento de Consumo e gestão de branding. Um mestrado em Comunicação e novas tecnologias e sou doutoranda na mesma área. 

 

Quando fundei a Ping Pong Estratégia decidi seguir o meu propósito maior. Eu buscava sentido naquilo que mais amo fazer: Trabalhar! Não foi fácil (e ainda não é), mas de lá para cá, a gente tem andado pelo Brasil e tido a oportunidade de conhecer grandes gestores e a felicidade de contribuir na construção de marcas e produtos e na ressignificação dos negócios com foco em propósito. Não temos clientes. “Temos amores”. Sim, clientes para mim “são amores” que precisamos cultivar. Vai além de ter respeito ou transparência (porque isso deveria ser obrigação de toda a empresa). Se os clientes estão com a gente é porque confiam e entendem a relevância de estar. Conhecem a nossa essência e o nosso propósito.

 

Tive que escrever sobre mim, (desculpe o texto longo). Mas como é que eu poderia sair escrevendo um monte de coisas sobre dezenas de assuntos se não me apresentasse primeiro a vocês? Quantas vezes as marcas tentam nos vender conceitos e frases de efeito, se sustentando em rankings e em suas próprias opiniões sem revelar de fato seus valores, suas crenças e o porquê de sua existência? Simplesmente tentam vender (e muitas das vezes não são exatamente o que dizem ser). Aliás, o que você gestor de qualquer empresa que esteja lendo esse artigo agora, tentaria me vender depois de ter me conhecido um pouco mais? Que experiência e valor me ofereceriam conhecendo a minha jornada? É chegada a hora de conhecer a essência das pessoas para criar identificação e conexões com elas. Marcas são feitas por pessoas e para as pessoas. É chegada a hora de ser autêntico para gerar relevância.

 

Conversar de verdade com as pessoas para que alianças sejam sustentáveis. Uma marca não precisa ser perfeita (e nunca será). Mas precisa ser verdadeira. São as estórias verdadeiras (boas ou não), que farão produtos e serviços serem comprados. É conhecendo a dor que a gente consegue oferecer o remédio. Não dá mais para vender como todos nós fossemos iguais. Não somos! O consumidor mudou, e ele não dá a mínima para o que você vende. Ele quer conhecer primeiro a sua essência, ele quer entender de onde você vem, que causas você acredita e porque ele deveria se importar com a sua empresa. Evoluímos como sociedade e já não há mais como fazer negócios nesse novo mundo, vivendo em um mundo velho. Tudo é sobre pessoas (e não sobre tecnologia). Tudo é sobre conhecer o que de fato irá transformar e impactar o mundo. 

 

Aceitei o convite do Nosso Meio porque essa conexão fez total sentido para mim. Por aqui, vamos conversar sobre muitos temas ligados ao marketing moderno, gestão de branding, geração de valor e criatividade nas empresas, todas guiadas por liderança e cultura orientada por propósito. (ah é claro, muitas outras estórias). Tem lugar para todo mundo aqui. Tá combinado? Será um prazer ter você comigo nesta jornada. 

 

BIG abraços. Cuidem-se, Simone Moura.

 

Simone Moura

Simone Moura é formada em comunicação social, especialista em branding, comportamento de consumo e neuromarketing, é mestre em Comunicação e Novas tecnologias e doutoranda na mesma área. Com 28 anos de atuação profissional já contribuiu para vários players de diversos segmentos como indústria, varejo e publicidade e propaganda. Vasta experiência em planejamento estratégico de comunicação com foco em propósito, reposicionamento de mercado e gestão de branding. É embaixatriz da Ikigai Brasil e CEO da Ping Pong Estratégia.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp