Portal Nosso Meio

Anuncie Aqui – Internas

Núcleo de Endometriose do Ceará passa a atender no BSDesign

Redação

Fundado em 2009, o Núcleo de Endometriose do Ceará (NEC), associação de profissionais de diversas especialidades médicas e afins com o objetivo de promover um atendimento diferenciado a esse problema, está agora no BSDesign. Instalado desde o final de 2019 no 5º andar da Torre Sul, o NEC está funcionando na clínica Sidney Pearce.

 

Pioneira no Norte/Nordeste, a clínica Sidney Pearce é focada no diagnóstico e tratamento cirúrgico de diversas patologias da pelve feminina e utiliza técnicas avançadas e minimamente invasivas em seus procedimentos, sendo especializada em cirurgia ginecológica com referência no tratamento da endometriose.

 

Diretor clínico e fundador do NEC, o médico Sidney Pearce explica que o diagnóstico precoce da endometriose é o principal aliado ao tratamento dessa doença que acomete cerca de 15% das mulheres na idade reprodutiva. As principais queixas das pacientes portadoras de endometriose são: dores fortes e/ou alterações intestinais durante a menstruação; dispareunia (dor durante a relação sexual); e infertilidade.

 

Sidney destaca que silenciosa e progressiva, a endometriose se inicia na adolescência, quando as primeiras menstruações já demonstram que algo está errado. “Consultas se passam e tudo normal. Daí, inicia-se a vida sexual e as pílulas anticoncepcionais mascaram os sintomas da doença”, afirma.

 

Em vista disso, destaca, muitos sonhos acabam sendo interrompidos, pois a dor da adolescência retorna de uma forma nunca imaginada, o trabalho vira um pesadelo devido às dores que não dão trégua, e a vida sexual perde gradativamente qualidade e os tão sonhados filhos não vêem”.

 

Nesse sentido, ressalta Pearce, “sempre que faço um diagnóstico de endometriose, reflito com a paciente sobre como montar um plano de gerenciamento que irá perdurar desde o diagnóstico até a menopausa, período que a endometriose se abranda e dá uma trégua”.

 

Esse gerenciamento inclui uma adequada avaliação da extensão da doença através de exames de imagem especializados e uma entrevista minuciosa dos sintomas e de como eles interferem na qualidade de vida. Além disso, “inclui a escolha dos medicamentos que a paciente poderá usar no seu período reprodutivo, se será necessário uma cirurgia, qual o melhor período e quando e como engravidar. Com um adequado tratamento e acompanhamento, ter endometriose deixa de ser um pesadelo e esta mulher se empodera dos seus sonhos rumo a uma vida plena de qualidade e satisfação”, aponta.

 

 

 

 

*Texto Divulgação

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp