Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Metaverso: Ideia antiga, nome novo e um futuro de oportunidades

Redação

Popularizado pelo Facebook em seu projeto de Rebranding, o Metaverso surge como um ideia inovadora, mas que já foi cogitada há 30 anos no romance de ficção científica “Snow Crash” do escritor Neal Stephenson. Nele, o autor descreve uma segunda vida e identidade virtuais dos seus personagens.

Um novo resgate dessa ideia acontece em 2019, com o conceito de “Gêmeo Digital” abordado pelo fundador da revista Wired, Kevin Kelly. O conceito foi assunto da matéria de capa com o título “Welcome to the Mirrorworld”. Nome bastante sugestivo e apropriado, “Gêmeo Digital” é a representação virtual exata do mundo físico.

E o que é isso, se não o metaverso?

Já que o metaverso é um termo que une o prefixo “meta” com “universo”. Ao “pé da letra” significa ir além do universo. Melhor dizendo: uma convergência entre o mundo físico e o virtual.

Uma das reflexões importante que queremos trazer à tona aqui e colocarmos no nosso radar, é que há um comportamento na sociedade (é, vamos chamar de comportamento) em que tecnologias são colocadas sob holofotes como se fossem totalmente novas, mas a coisa não é bem assim. Elas não surgem de uma hora para outra. Os futuros também não.

Então, onde queremos chegar com essa reflexão?

Que vários futuros estão se desenhando a sua frente. Não sabemos quais se tornarão presente um dia, mas precisamos estar preparados para eles. O que sua marca está fazendo nesse sentido? Os seus líderes estão preparados? Existe alguma prática de gestão na sua empresa que olhe para esses futuros?

E, voltando sobre o metaverso, já ouvimos pessoas diminuindo o seu potencial como também pessoas que colocam como um futuro distante. Nossa dica aqui é: levante essa discussão na sua empresa. Inclua a temática em seus fóruns e reuniões.

Ah, estamos usando como exemplo o metaverso, mas não é somente sobre ele, mas sim sobre os futuros que estão se abrindo a nossa frente e que impactarão o seu negócio. Olhe para eles, seja curioso, busque novas oportunidades e levante a discussão dentro da sua empresa.

Crie esse hábito.

Já será um bom começo.

 

Neste espaço, quinzenalmente e sempre às segundas-feiras, Céu Studart e Thiago Baldu trarão reflexões, inquietações e orientações sobre futurismo e adaptabilidade.

Confira mais conteúdos da coluna Radar:

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp