Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Kantar Ibope divulga pesquisa “Uma jornada de dados pela comunidade LGBTQIA+”

Redação

 

No último fim de semana, após dois anos sem realização devido à pandemia, a Parada do Orgulho LGBT voltou à Avenida Paulista em São Paulo, reunindo 4 milhões de pessoas, segundo dados da organização.

As celebrações de Junho em vários países como mês do orgulho LGBTQIA+ são inspiradas na revolta de Stonewall, em 28 de junho de 1969 na cidade de Nova York, quando membros da comunidade foram às ruas protestar contra frequentes episódios de abuso policial na época (conheça mais abaixo).

 

A Kantar Ibope Media realizou a pesquisa “DiversiData!”, que permite entender as opiniões, atitudes, comportamentos e interesses da comunidade LGBTQIA+ sob uma metodologia sólida e comparável ao longo dos anos.

 

Sobre a comunidade

Nas regiões atualmente cobertas pelo Target Group Index o número de pessoas com 18+ anos que se assumem não heterossexuais (homossexuais, bissexuais, assexuais ou outros) mais que dobrou entre em 2019 e 2021, correspondendo a 7% dos respondentes.

Concentração no Sudeste

A região Sudeste apresenta alta afinidade com a comunidade, isto é, o percentual de pessoas  autodeclaradas LGBQIA+ vivendo em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro é maior, mesmo se comparado a participação desta região na população geral. 

Os mais jovens rompem o silêncio

Há correlação entre a idade e a decisão de se assumir. Nada menos que 60% dos respondentes têm entre 18 e 35 anos, enquanto menos de 5% pertencem ao grupo 65+. Diferentes gerações encontram maior ou  menor dificuldade na decisão de se posicionar, o que se reflete em debates sobre etarismo na comunidade.

Posicionar ou ser posicionado

A comunidade vem ganhando forte representação nos últimos anos, com artistas, atletas, políticos e influenciadores assumindo sua orientação e se posicionando em discussões sobre seus direitos e anseios.

 

A onda mais recente do nosso CelebScore em 2021 permitiu identificar quais famosos assumidamente LGBTQIA+ se destacam como formadores de opinião, com scores de influência acima da média entre membros da comunidade. Os nomes mais citados são: A atleta Marta, a cantora Anitta, e o influenciador Gil do Vigor.

 

    

 

Confira também:

Bem-estar e saúde dos colaboradores é prioridade no cenário pós-pandemia na agência Capuchino Press

Estimulando o empreendedorismo local, Mallory assina novos laboratórios do SENAC

Solar Coca-Cola recebe prêmio Melhores Empresas em Práticas e Ações da Diversidade

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp