Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Ideação para Inovação

Redação

Nós falamos bastante sobre inovação. Sob múltiplas óticas, em muitas esferas e empregada de várias formas, afinal, o tema é mandatório e está continuamente na mesa de todos nós que fazemos o mercado acontecer. Cada empreendedor, por exemplo, traz consigo uma pitada de inovação. Alguém que acreditou que era possível fazer diferente, fazer melhor e, então, junto de um desejo imenso de acertar, foi lá e colocou para jogo todo o seu potencial.

 

Inovação possui várias definições. Particularmente, gosto muito de uma que o Prof. Silvio Meira usou certa vez, afirmando que “inovação é quando a criatividade emite nota fiscal”. Genial. E, falando em criatividade, que é uma palavra que comumente está associada ao termo inovação, é muito comum que as pessoas taxarem um indivíduo ou outro como sendo criativo, mas o fato é que, estudos nos provam que todos nascemos com a capacidade de criar, mas por uma série de fatores situacionais, comportamentais e de contexto, vamos perdendo essa habilidade, essa magia de enxergar além do óbvio. Minha provocação aqui não é te convidar a pensar fora da caixa, é algo maior, é te provocar a esquecer a caixa e, para isso, vamos entrar num tema sobre o qual pouco se fala, que é o processo de ideação.

 

Pode até ser que, em alguns casos, a inovação surja do ócio, mas essa não é a regra. Vem de inspiração e muita transpiração trabalhadas na fase que antecede a inovação em si. Ideação vem do inglês “ideation” e consiste em pensar e formar ideias. Costumo dizer que 1% somente é inspiração. A inspiração que vem do nosso repertório – aliás, invista no seu – através de viagens, músicas, situações diversas e adversas que enfrentamos, vivenciamos, os amigos com os quais convivemos, debatemos, nos inspiramos, a nossa bagagem acumulada ao longo dos anos de vida. 

 

Já os outros 99% necessários para transformar uma ideia em ação, transformar criatividade em inovação, são oriundos de muito trabalho, de um processo estruturado, de orientação para que cheguemos a uma ideia relevante, diferenciada, disruptiva. Como bem nos ensina o grande Prof. Dr. João André Teixeira, há diversas ferramentas e técnicas para auxiliar no processo de ideação, como a ISD (ideation speed dating), que é baseada na supressão de tempo disponível para a discussão; Há o Round Robin, que é um método baseado num princípio chamado “autoria em grupo”; Tem ainda a técnica do pensamento analógico, que trabalha por analogia; O método Mash-Up, os Cartões Brainstorm, a Matriz Track&Trend; O método S.I.T por multiplicação, unificação de tarefas, divisão ou mesmo subtração – a exemplo dos hotéis sem recepção – e uma infinidade de outros métodos que dão suporte ao exercício da ideação. 

 

Minha provocação é para te convidar a fomentar a criança que todos temos dentro de cada um de nós, aquela nossa versão sem medos, preconceitos e paradigmas que nos faz esquecer que existe caixa. Uma vez embarcando, pratique a ideação com método, existem vários de acordo com a necessidade, depois me conta como tem sido. Vamos juntos!

 

Bônus

Se você gosta do tema ou atua com Inovação, sugiro as leituras das publicações do Drew Boyd e Jacob Goldenberg, “Dentro da Caixa” e também a “The innovator’s Dilemma” de Clayton Christensen.

 

Camila Coutinho

Nexum – Marketing e Estratégia

Publicitária, Especialista em Marketing e Mestranda em Administração, atua há 21 anos no mercado, tendo exercido gestão de pessoas Brasil afora nos últimos 16, acumulando experiências executivas e consultivas em empresas de pequeno, médio e grande portes nas áreas Comercial e Marketing, dos setores industrial e de serviços.

Nessa jornada, exerceu participação ativa em processos de transformação, liderando frentes de inovação, com destaque para a estruturação de novas áreas e projetos estratégicos, contribuindo para a Construção, Posicionamento, Reputação e Gestão de grandes marcas nacionais e internacionais, trabalhando ações ATL e BTL, com uso do ferramental de Marketing- Branding, Pricing, Marketing de Conteúdo, PR, Live Mkt, Experiência, Trade Estratégico e Operação Omnichannel, sempre com impactos positivos na última linha. Hoje lidera a Nexum, consultoria de Estratégia e Marketing.

Com forte crença na troca de conhecimentos, atua também como palestrante e docente convidada na pós-graduação da UNIFOR, nos MBAs das áreas de comunicação e negócios.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp