Portal Nosso Meio

Anuncie Aqui – Internas

Entrevista com Gabriel Campelo, Sócio-Diretor da Metanoia Publicidade

Redação

Sócio-Diretor da Metanoia Publicidade. Publicitário pela Universidade Federal do Ceará e Mestre em Marketing pela fundação Getúlio Vargas respectivamente; Foi atendimento da 333 propaganda, Acesso Comunicação e Advance Comunicação. Atuou como executivo comercial da TV Verdes Mares de 2014 a 2020; Consultor da coordenadoria do terceiro setor da prefeitura municipal de Fortaleza;

 

 

1. O que a agência de publicidade precisa fazer para se destacar nos dias de hoje com a grande concorrência e a mudança rápida das dinâmicas principalmente com o crescimento do digital?
É preciso antecipar-se as demandas do mercado (novos meios digitais, comportamento nas redes, etc); ter um time sempre atualizado com as novas tendências e que tem pleno domínio da necessidade do cliente.

 

2. Quais os cases que você destacaria na agência?
As campanhas políticas: Iniciamos a agência com três campanhas políticas no interior do Estado e com a conta da Ampla Pesquisa, que tem sido uma grande surpresa neste período político também.

 

3. Quais os principais desafios que surgiram estando à frente da direção da Metanoia Publicidade?
Iniciar uma empresa em meio a uma pandemia, gerenciando clientes na política: Uma nova adaptação de como ganhar uma eleição sem os meios tradicionais de comício, carreatas, etc. Estamos também avançando com contas de varejo que estão se reinventando com todas as tendências que 2020 está demandando, como a Ótica Seven, que está em Pleno Crescimento neste ano, em períodos que historicamente são de escassez.

 

4. A comunicação precisou se reinventar esse ano, o que o marketing eleitoral teve que mudar em 2020?
Este ano, assim como na última eleição presidencial, as redes sociais se tornaram as ferramentas de diálogo com o eleitor e assim consolidar uma campanha. Assim, colocamos as pessoas para fazer nosso boca a boca. É nas redes sociais e aplicativos de mensagem instantânea que a decisão de voto acontece. O corpo a corpo não sumiu 100%, mas as redes sociais estão potencializando cada ação dos nossos candidatos em um ano que não podemos ter comícios, reuniões e aglomerações.

 

5. As campanhas eleitorais esse ano estão bem mais fortes no online, quais os desafios relacionados às campanhas esse ano?
O maior desafio são as fake news, disseminação rápida de mensagens e a falta do contato mais próximo com o eleitor como acontecia tanto em comícios, carreatas e passeatas.

 

6. Qual a importância de um planejamento de marketing e como determina o desempenho de um candidato nas eleições?
Planejamento é um ponto crucial. Com ele podemos ditar todo o tom da campanha ao longo dos dias e nos anteciparmos quanto aos possíveis imprevistos. Precisamos estar sempre aliando as estratégias às pesquisas, mesmo sabendo que a qualquer momento tudo pode acontecer em campanhas tão disputadas como temos visto esse ano.

 

7. Quais são as suas maiores influências na publicidade?
Sempre tive como referências na publicidade os grandes Cearenses que sempre fizeram acontecer no nosso mercado. Nos últimos 10 anos, fui atendimento na 333, Acesso e Advance e admiro demais o trabalho que é feito nestas casas. Confesso que ainda sou apaixonado por cada conta que atendi ao longo desses mais de 10 anos de publicidade e ainda acompanho cada campanha que sai de cada cliente!

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp