Portal Nosso Meio

Anuncie Aqui – Internas

Empresas familiares no Ceará: Acal Home Center

Redação

Marketing na Acal: de uma campanha por ano a um ano inteiro de campanhas 

 

No Ceará não faltam cases de sucesso quando o assunto é empreendedorismo. Iniciamos hoje uma série aqui no Nosso Meio para contar histórias de empresas familiares do estado, que comprovam o talento e a determinação da nossa gente, para sonhar e realizar grandes projetos. 

 

A Acal Home Center, que acaba de comemorar 66 anos de trajetória, é nossa história de hoje. A primeira loja, em Fortaleza, foi inaugurada em 1954, pelos fundadores Raimundo Cabral e Marlene Cabral, sua esposa. Com recursos próprios e valores éticos e de transparência, a empresa cresceu por meio de parcerias com grandes marcas, e tendo como retorno o reconhecimento das famílias cearenses. 

 

Os fundadores – Raimundo Cabral (in memorian) e Marlene Cabral

 

A presidente da empresa, Dona Marlene Cabral, orgulha-se da caminhada: “Começamos com uma lojinha com 1m de largura por 2,5m de comprimento; e hoje estamos com seis lojas bem estruturadas, com profissionais e gestores de qualidade e a grata satisfação de ter a segunda e terceira geração capitaneando as lojas com o mesmo orgulho e profissionalismo de seus pioneiros”.

 

O DNA da empresa, de acordo com Daniela Cabral, diretora de Pessoas e Performance, é o encantamento de clientes, colaboradores, fornecedores e parceiros. São mais de 400 colaboradores atuantes na sede administrativa, centro de distribuição, e seis lojas (duas na Aldeota, Messejana, Parangaba, Centro e Caucaia). 

 

Marlene Cabral e Daniela Cabral – Foto Firmo Filho

 

Representando a terceira geração, está o diretor comercial Cabral Neto, que fala do desafio de contribuir numa empresa familiar. “No meu dia a dia, como diretor comercial de uma empresa familiar, busco conciliar os pontos fortes e oportunidades que surgem, consciente de que os mais novos têm uma certa “licença” para cometer alguns erros, o que lhes permite ser mais ousados e destemidos, e faça com que eles tomem decisões que muitas vezes poderiam ser bloqueadas por quem já está há mais tempo na caminhada empresarial”, afirma.

 

Segundo Cabral, o alinhamento das duas visões faz com que os projetos sejam executados de forma mais eficiente. “Este equilíbrio da experiência com o ímpeto jovem de não ter medo de mudanças faz com que tenhamos empresas mais ágeis, mais inovadoras, e longevas”, diz.

Loja Conceito

 

O vice-presidente da Acal, Gilberto Costa, lembra que iniciou sua carreira na empresa contribuindo com dois setores, o Comercial e o Marketing. “Vejo como as coisas mudaram ao longo desses anos: antes, nosso planejamento para o marketing era escolher a cor do ano, que seria aplicada nas bandeiras de decoração das lojas e também nos nossos panfletos promocionais. Eu mesmo fazia as fotos de alguns produtos e enviava para nossa agência de Publicidade, a SG Propag. Hoje, é tudo tão dinâmico que o setor responsável precisa tomar uma decisão pela manhã, para já rodar uma campanha à tarde”, compara. 

 

Fernanda Lenzi, gerente de Marketing na Acal Home Center, confirma o dinamismo. Segundo ela, a adaptação às mudanças rápidas no cenário mercadológico impulsionou a empresa a adotar a metodologia ágil de gestão. “Hoje, nosso planejamento que era anual tornou-se, dentro dessa metodologia, trimestral e com sprints quinzenais de atividades, e claro, acompanhado de reuniões diárias de alinhamento ao planejamento estratégico da Acal. O setor de Marketing reativo se remodelou para o setor de Matemarketing, onde emprega a visão analítica dos dados, como cultura do negócio, integrando a análise dos dados como parte do processo criativo”, explica. 

 

Loja Desembargador Moreira, inaugurada em dezembro de 2019

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp