Portal Nosso Meio

Anuncie Aqui – Internas

Como as empresas podem alavancar a demanda por produtos no Pós-Pandemia

Artigo de Opinião

 

Já não era novidade para as empresas que a mudança seria uma certeza. Hoje, essa certeza deve ser premissa fundamental na gestão dos seus negócios. A pandemia apresentou um cenário de ruptura e nos fez perceber que precisamos dar respostas rápidas mesmo diante do imprevisível. E ao que nos parece, essa imprevisibilidade será cada vez mais frequente.

Então, como ser sustentável e gerar valor em cenários assim? Investindo na gestão da sua marca. A marca para uma empresa é um ativo intangível sustentável e de longo prazo. É ela que gera valor para seus produtos e relacionamento entre sua empresa e os seus clientes, colaboradores, fornecedores e demais públicos.

A gestão da marca é estratégica e deve estar alinhada com as estratégias de negócio e de comunicação. Não adianta a marca fazer uma promessa ao consumidor; a comunicação divulgar e gerar desejo nele; e o negócio não ter condições de entregar aquilo que a comunicação divulgou e a marca prometeu. Portanto, a três devem “andar” juntas.

Com a pandemia, muitas empresas despertaram para aquilo que o marketing e o branding já traziam em essência há bastante tempo: o olhar com as “lentes” dos seus públicos ou, como também costumamos dizer, desenvolver ações centradas nos desejos dos seus clientes e demais públicos de interesse.

As marcas se tornaram mais humanas e empáticas, entendendo a necessidade de prestar serviço ao público e não apenas tendo a venda dos seus produtos como solução, mas sim algo mais amplo em termos de serviços e conteúdo que fizessem sentido e fosse relevante para o público. Esse é um comportamento que deve permanecer no pós-pandemia como forma de gerar valor e demanda aos produtos e serviços.

Nesse sentido, a comunicação vem com força total. Ela fortalece a lembrança da marca, gera interesse pelos produtos e destaca os diferenciais competitivos do negócio com conteúdo relevante para o público de interesse.

A comunicação é a voz da marca, devendo ser definida de forma estratégica e planejada, como forma de promover o diálogo com o consumidor. Sua execução pede qualidade, profissionalismo e zelo em respeito à reputação da sua marca. Lembre-se sempre de que tudo o que a sua marca fala e faz, em todos os seus pontos de contato, poderá comprometer ou reforçar a sua imagem.

 

Céu Studart

Consultora e estrategista de marketing e branding.  Diretora na Desencaixa – Escola de Marketing e Branding, Publicitária, especialista e mestre em marketing. Além da Desencaixa, é docente da graduação e pós-graduação na Faculdade CDL e em cursos de pós-graduação de várias instituições de ensino no Nordeste. É speaker sobre criatividade e inovação no Rock In Rio Innovation Week em Lisboa (Portugal) e Embaixadora do Rock In Rio Academy, no Ceará.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp