Portal Nosso Meio

Banner superior Prefeitura de Sobral

Com a estratégia de consolidar sua posição de protagonista no setor, Grendene estreia com NFTs da Melissa

Redação

Ativos digitais de versões de clássicos e grandes sucessos da marca representam nova categoria de produtos

Em linha com a estratégia de consolidar sua posição de protagonista no setor e fortalecer o pilar de inovação, a Grendene acaba de lançar no universo das NFTs, sigla em inglês para “tokens não-fungíveis”, com versões limitadas de clássicos e grandes sucessos da marca como ativos digitais. Os tokens serão, inicialmente, divididos em três categorias e seus benefícios físicos: rara, épica, mística, trazendo produtos como os Flox, Stellar, Beach Slide e Flip Flop Free.

Primeira empresa brasileira do segmento de calçados a operar no mercado de NFTs, o projeto é resultado da atuação de seu laboratório de inovação Bergamotta Labs, que tem como propósito criar e testar soluções inovadoras que aproximem pessoas e negócios de forma sustentável. Prova disso é que, por meio de parceria com a startup One Percent, líder em tecnologia blockchain na América Latina, o projeto terá compensação de carbono e redução do impacto ambiental.

“A Melissa é uma das marcas pioneiras em levar o público feminino a Web3. E, para que essa experiência seja extraordinária, transcendemos o universo digital e adicionamos benefícios reais a essas aquisições”, ressalta Raquel Scherer, Gerente Geral da marca.

Os consumidores que comprarem NFTs terão a propriedade original de uma peça digital e diversos benefícios relacionados à marca: cupons de descontos, produtos físicos exclusivos e visitas imersivas ao universo Melissa. Os tokens podem ser adquiridos por meio de pagamentos por cartão de crédito, PIX e, no futuro, serão negociados no mercado secundário. Os ativos digitais estão disponíveis em nft.melissa.com.br.

Em uma segunda fase do projeto, serão desbloqueadas duas novas categorias de tokens: lendária e leilão, em que serão ofertados mais benefícios, com mais exclusividade e mais possibilidades de experiências no mundo real.

“O Bergamotta Labs e a Melissa uniram forças para potencializar ainda mais os pilares da marca associados à moda, arte e design em inovação, usando a tecnologia como ferramenta de conexão emocional com seus fãs, usuários ou simplesmente simpatizantes. Estamos encarando esse lançamento como uma nova categoria de produtos da Grendene”, comemora o diretor-geral da marca Melissa, Paulo Pedó.

 

Lançado em 2020 com um time de quatro pessoas, o Bergamota já conta com 23 profissionais especializados em áreas como dados e tecnologia, pesquisa e tendências, novos materiais, experiência do usuário, entre outras.

“Em 2022, o objetivo do Bergamotta é testar de forma ágil até 50 projetos em estágio de prova de conceito, dos quais alguns passarão para MVP e projeto piloto. O time está conectado a todas as nossas áreas e tem foco em iniciativas de médio e longo prazo ligadas a novos comportamentos do consumidor e do mercado em escala global”, explica Daniel Gandolfi, gerente da divisão de inovação da Grendene, que também participa da implementação das operações digitais e direct to consumer.

Com foco nos fatores essenciais para o desenvolvimento de novos negócios, em 2021 o “Berga” se instalou junto ao Instituto Caldeira, importante hub de inovação do Sul do País.

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp